quarta-feira, 30 de junho de 2010

* Por que vens tão tarde *

From: Danpostski
With love and care...
To: Faby Blm, 13/11/2009

Parte do filme “Les Chansons d’amour”

Por que vens tão tarde?
Já não te esperavas mais,
Já tinha deixado de acreditar.
Já lhe tinha riscado.
Por que vens tão tarde?
O que trazes aqui?
Que crueldade estranha...
Esta inesperada vontade.
Por que vens tão tarde?
Tua mãe não te ensinou nada?
Não devemos chegar tão tarde...
Para um convite sincero.
Sem flores, tudo bem.
Mas a verdadeira educação...
É se chegar na hora
Quando o tempo é apertado.
Por que vens tão tarde?
Quando está tudo acabado.
E o teu novo encontro
Ocupa meu lugar na tua cama
Por que vens tão tarde?
Não tens nenhuma desculpa
Nem a mais pequena história
Nem a mais pequena artimanha
Por que vens tão tarde?
Penso o que eu quiser
Da tua boca cheia de histórias,
Do futuro radioso,
Que agora não está tão distante.
Meu anjo, que estranho.
Se pudesses ver o teu destino,
Veríamos como envelhecemos.

2 comentários:

Srta. Suka disse...

já te falei o povo esqce de ir em frente e vem de ré... e qm espera pela vida toda, esqce de si mesmo, por isso amiga segue em frente,o certo é sempre certo...

Carla Leão disse...

Que bonitinhos vcs! saudades pessoas! Conheço e acho lindo esse trecho! super reflexivo!

Beijocas